Granitos, mármores, quartzitos e outras rochas ornamentais valorizam qualquer obra. Mas por outro lado, não há como negar que este item seja um componente importante no orçamento de qualquer empreendimento.

No entanto, com uma boa assessoria e planejamento, não é difícil conseguir uma redução significativa de custos a ainda agregar valor ao empreendimento. Aqui vão 4 dicas bastante uteis.

1- MATERIAIS
Existe hoje uma infinidade de granitos, mármores e quartzitos no mercado. Então como escolher? A dica é: esqueça conceitos do passado.

Materiais que antes eram tidos como imbatíveis em preço, como os granitos cinza em geral, têm concorrentes com preços muito similares (às vezes, até mais baixos) e com padrões bem mais atraentes.

Já quando uma obra exige um produto mais diferenciado, as opções são muitas, entre nacionais e importados. Por isso é muito importante fazer uma ampla pesquisa. Muitas vezes um material muito similar ao especificado pode ter uma diferença de preço considerável. Desta forma, sempre será possível encontrar um material nobre com um custo que caiba no orçamento da obra.

2- PADRONIZAÇÃO
Esta regra vale principalmente para prédios de apartamentos e salas comerciais, onde as unidades se repetem por vários andares. Dedique um cuidado especial à medição (própria ou terceirizada). Procure padronizar ao máximo as medidas de bancadas, soleiras, peitoris e também os eixos dos furos de bancadas. Medidas muito diversificadas demandam mais tempo para serem executadas e portanto, encarecem o produto final.

3- ACABAMENTOS
O tipo de acabamento especificado para as peças – em especial, bancadas – tem um peso muito grande no seu custo. Busque alternativas com a arquitetura para acabamentos mais trabalhosos, como meia esquadria, boleados ou peças curvas, por exemplo. Existem muitas outras soluções com ótimo resultado final e com preços muito mais atraentes. Nossa equipe está preparada para orientar e sugerir novas opções.

4- MEDIDAS
O preço de um piso de granito, mármore ou quartzito pode cair em até 50% dependendo da medida especificada. Hoje, medidas consideradas padrão para pisos de rochas ornamentais são 55×55, 85×85 e 90×90, porém muitas outras medidas (ou combinações de medidas) podem propiciar um bom aproveitamento das chapas e, consequentemente, um menor custo.

Procure incentivar a troca de informações entre o setor de projetos de sua obra e os produtores de rochas ornamentais. Certamente, todos irão ganhar com este intercambio.